Sinopse

Durante seis meses, milhares de líderes religiosos como Arcebispos, Bispos, Padres e Pastores, foram contatados e gravados – via webcam – fazendo sexo virtual com um ator do documentário Amores Santos. Além do Brasil, foram registradas cenas de sexo envolvendo religiosos em diversos países, como EUA, Holanda, Espanha, França, Bélgica, Inglaterra, Costa Rica, México, Alemanha, Filipinas, Itália, Vaticano, etc.

Dirigido pelo jornalista e documentarista Dener Giovanini, a obra audiovisual irá revelar a prática por trás do discurso de ódio contra os homossexuais e, principalmente, os graves danos que o mesmo provoca nas famílias ao redor do mundo, principalmente entre a parcela mais jovem da população.

Adolescentes que encontram no suicídio um alívio para o drama de serem abandonados por suas famílias – quando são confrontados com a sua homossexualidade – ou quando são vítimas da perseguição e violência das ruas, sofrem do estigma homofóbico, que é constantemente reforçado pela pregação religiosa. Estigma que nasce e se fortalece justamente num ambiente que deveria defender o amor, a compreensão e a reconciliação.

E a parcela social que alimenta e dissemina o preconceito é a mesma que, privadamente, não tem pudores ao se entregar as práticas que condenam em público.

Diversos especialistas e religiosos que foram entrevistados para o filme, afirmam que mais de 50% do clero católico é formado por homossexuais. O teólogo David Berger, por exemplo, diz que membros do Vaticano mantem apartamentos destinados a orgias sexuais com rapazes.

Ao longo de quase três meses de gravação, o ator Darico Macedo manteve relacionamentos amorosos e relações sexuais virtuais com homens acima de qualquer suspeita. Bispos com seus ricos paramentos que se masturbaram apoiando-se em imagens sacras ou pastores evangélicos casados e com filhos que prometeram abandonar suas famílias para viver o “amor proibido” são apenas alguns personagens que o ator encontrou no mundo virtual. “Quando fui convidado para fazer o filme achei que seria muito difícil conquistar a confiança dos religiosos, mas ocorreu o contrário. Quando um vi um Bispo levantando a batina e mostrando que usava uma calcinha vermelha eu percebi que estaria num mundo sem limites”, afirma Darico Macedo.

Outra característica peculiar do filme é o fato dele ser o primeiro longa-metragem para cinema produzido inteiramente via internet.